Músicas

Alhos com Bugalhos

Rafael Figueiredo


Cada um com suas cruzes e crises
Veja bem o que quer carregar
Pra que o tempo não crie raízes
Que te prendem ao mesmo lugar

Não espere que a vida se explique
No divã ou na mesa de um bar
Nem Charles Bukowski ou Freud
Sabiam bem onde queriam chegar

E não confunda alhos com bugalhos
Preste atenção
Não se vende assim tão fácil um coração
Não culpe ninguém
Quando você cair no chão
Coragem menino
Pra toda dor existe uma canção

Cada um com seu ópio e seu vício
Mas cuidado pra não desandar
Corda bamba sobre o precipício
É tão fácil de escorregar

Quem espera demais, não se cansa
Mas também nunca vai alcançar
Só não cai o que um dia balança
E o que enverga, não pode quebrar


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "530003" no campo.