Músicas

Morrer por amor saiu de moda

Rafael Figueiredo


Ando há tanto tempo descalço
Com diabo no encalço
Me obriguei a aprender

Que não importa o gigante
Ou moinho de vento
Nada vai nos deter

Vou tocar a vida adiante
Me tornar relevante
Me fazer escutar

Tira ess bala da agulha
Que morrer por amor já saiu de moda
Põe toda a tua dor na ponta do lápis
Destranca essa porta e solta essa corda

Depois de tanto tapa na cara
Refinei minhas taras
Meu coração tão viu
Ficou até mais elegante
Mais pra quem olha distante
Ainda sou um imbecil
Do tipo que se enforca em barbantes
E acende o cigarro na ponta do pavio



Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "182503" no campo.