Músicas

Primeiro Dia na Escola

Rafael Figueiredo


O mesmo vilão que eu encontrei
No primeiro dia da escola
Me dá um beijo e me devora
Quando eu penso em esquecer
As mentiras que eu contei
Todos os sonhos que deixei passar
Quando havia mais brilho em meu olhar
A estrada que eu andei
Quando nem devia andar
Parecia de brinquedo
E eu não sabia mais brincar

Trago o silêncio de um amigo
Nas velas guardadas, o castigo
Um tiro no peito, o perdão


Quando finalmente eu pude ver
Não havia estrada sob os pés
Era eu quem queria enxergar

E o velho vilão de terno e capote
A vida inteira dando bote
Já não podia mais me alcançar

Jurei as mentiras que eu quis
Contei verdades por dizer
Criei gigantes e moinhos

Um cavalo de prata eu domei
Quixotesco já fui rei
De uma terra sem lugar

Minha lança logo que eu lancei
Riscou o céu, cortou o ar
Feriu o rosto de ninguém







Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "220702" no campo.